Mano Ferreira - 06 de maio de 2015 às 10H 30M

Os reis e o cais – versos sobre os dias recentes

ocupe estelita faixa

Artur A. de Ataíde escreveu um poema sobre os nossos dias recentes e resolveu compartilhar aqui no Café Colombo.

Os reis e o cais

Caduco sem chegar na idade,
trocado por lata qualquer,
nem és, Recife, mais cidade –
vendido por quem mal te sabe,
comprado por quem não te quer.

Mano Ferreira

Editor deste site, integra o Café Colombo desde 2012. Jornalista formado pela UFPE, trabalhou nos jornais Folha de Pernambuco e Diario de Pernambuco, onde atuou na Revista Aurora. É colunista do Mercado Popular e foi co-fundador da rede Estudantes Pela Liberdade no Brasil.

Comentários

desenvolvido por Shamá