Tarcísio de Araújo - 05 de setembro de 2017 às 00H 51M

Emmanuel Carrère vence o Prêmio FIL de Literatura de Guadalajara 2017

Emmanuel Carrere, pose a son  domicile parisien. Avec  "Limonov" (P.O.L), sacre par le Renaudot, Emmanuel Carrere brosse lui le portrait du sulfureux Edouard Limonov, homme aux multiples visages et au parcours incroyable qu'il a rencontre a Moscou Paris, FRANCE  -15/11/2011/Credit:BERNARD BISSON/JDD/SIPA/1111201331

Credit: BERNARD BISSON

Nesta segunda-feira (04/09), o escritor francês Emmanuel Carrère venceu o Prêmio FIL de Literatura em Línguas Românicas. O anúncio foi dado pelo porta-voz dos jurados em meio a uma coletiva de imprensa realizada na cidade mexicana Guadalajara. Na ocasião, ele destacou o caráter “versátil, amplo e transversal” da obra do literato.

Atuando como jornalista, escritor, cineasta, roteirista e crítico, Carrère – de acordo com o pronunciamento do porta-voz Gustavo Guerrero – atravessa diferentes gêneros com uma “aparente naturalidade” que o tornou “um dos autores mais lidos e influentes entre as novas gerações”.

Nascido em Paris, no ano de 1957, o autor é jornalista há 30 anos e afirmou por telefone, durante a coletiva, que o seu estilo adquirido o acompanhou sempre. Estilo que o rendeu comparações com Michel de Montaigne e Jean-Jacques Rousseau; e que o tornou o 27º laureado da premiação.

Tendo em vista que o jornalismo vive um momento conturbado no México, onde nove jornalistas já foram assassinados, o francês aproveitou o momento para demonstrar seu apoio dizendo que admira os jornalistas que continuam fazendo seu trabalho apesar das ameaças sofridas.

Sobre a prêmio, Carrère disse: “Sinto-me honrado de que meu nome tenha entrado para a lista dos premiados, muitos são escritores que leio.  É uma grande honra e uma grande alegria”.

Tarcísio de Araújo

Compõe a equipe de atualização deste site e de produção do programa Café Colombo, na Rádio Universitária FM. Graduando em Comunicação Social (Mídias sociais) pela Universidade Federal de Pernambuco.

Comentários

desenvolvido por Shamá