Thiago Corrêa - 23 de julho de 2014 às 17H 55M

Luto: morre o escritor Ariano Suassuna

ariano560cf3

O Brasil está de luto. Depois de sofrer um AVC hemorrágico e passar quase dois dias na UTI do Hospital Português, o escritor paraibano Ariano Suassuna faleceu na tarde desta quarta-feira, aos 87 anos. O velório será realizado no Palácio do Campo das Princesas. Depois, o corpo vai seguir em cortejo em carro do Corpo de Bombeiros até o Cemitério Morada da Paz, onde será enterrado.

Na sexta-feira (18) passada, Ariano fez sua última aparição pública. Ele deu uma aula-espetáculo no Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). O escritor, radicado no Recife desde 1942, deixa cinco filhos – Maria, Manoel, Isabel, Mariana e Ana. Ele ainda teve outro filho, Joaquim, que cometeu suicídio há quatro anos. Ariano deixa também a esposa Zélia de Andrade Lima, com quem era casado desde 1957.

Ariano Vilar Suassuna nasceu em Nossa Senhora das Neves, hoje João Pessoa, na Paraíba, em 16 de junho de 1927, filho de Cássia Villar e João Suassuna. O pai dele foi assassinado no Rio de Janeiro, depois da Revolução de 1930, e a família mudou-se para Taperoá. Em 1942 Ariano veio ao Recife para estudar e ingressou na tradicional Faculdade de Direito do Recife.

Apesar de formado em Direito, exerceu pouco a profissão, passando a ensinar na Universidade Federal de Pernambuco, onde deu aulas por quase quatro décadas. Ao longa da carreira, escreveu 15 livros de romance e poesia e 18 espetáculos de teatro.

Aposentado, Ariano Suassuna se dedicou à política e às aulas-espetáculo. Foi membro secretário de Cultura do Estado de Pernambuco, no Governo Miguel Arraes (1994-1998), fundador do Conselho Federal de Cultura (1967);ddiretor do Departamento de Extensão Cultural da UFPE (1969), membro da Academia Paraibana de Letras (APL/PB), Academia Pernambucana de Letras (APL/PE) e da Academia Brasileira de Letras (ABL). Ele ocupava o cargo de secretário de assessoria ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos.

Thiago Corrêa

Jornalista, produtor cultural e mestre em Teoria da Literatura pela UFPE, Thiago Corrêa é um dos fundadores do grupo Vacatussa e já foi setorista de literatura nos jornais Folha de Pernambuco e Diario de Pernambuco.

Comentários

desenvolvido por Shamá