Carlos Eduardo Amaral - 27 de janeiro de 2016 às 11H 45M

Audições Brasileiras #10 entrevista Sérgio Ferraz

11898887_957876720922984_1069528023606214647_n

Armorial e acusmático. Acústico e eletrônico. Oriental e nordestino. Camerístico e jazzístico. Cálculo e improviso. Preciso e indeterminista. Progressivo e ancestral. Flamenco e caboclo. O violinista pernambucano Sérgio Ferraz transita pelos universos e concepções musicais aparentemente mais diversos entre si obedecendo apenas à sua curiosidade artística. E ele julga ter muito ainda a explorar.

Na entrevista que concedeu ao podcast Audições Brasileiras, em seu apartamento, no bairro de Boa Viagem, Sérgio faz um apanhado de suas influências musicais ao longo dos últimos trinta anos e dos seis CDs que gravou de 2000 para cá, quatro solo e dois em parceria (Segundo romançário, com Antonio “Zoca” Madureira, e Sonoris Fabrica, com Leonardo Melo).

Em um dos pontos altos da conversa, Sérgio responde sobre novos caminhos a serem seguidos pela composição armorial e sobre o processo de criação de seu álbum mais recente, Flutuando sobre as ondas, que mescla técnicas da música concreta e eletrônica, diretamente derivadas do pensamento de Schaeffer e Stockhausen; do rock progressivo e do metal.

O repertório deste podcast inclui músicas dos seguintes CDs de Sérgio Ferraz, na sequência: Dançando aos pés de Shiva (a faixa-título); Segundo romançário (Festa na Aldeia, Lamento, Canto do mangue, de autoria de Zoca Madureira, e Mestre Salu); Sonoris Fabrica (Zumbi); e Flutuando ao som das ondas (Cartas de Saturno, segundo movimento de Paisagens sonoras eletrônicas imaginárias) – esta, após a vinheta final do podcast, deve ser ouvida com fones, para se captar o deslocamento tridimensional das sonoridades.

As indicações de livros desta edição do Audições Brasileiras são: Conservatório Pernambucano de Música – 85 anos: uma apreciação, de Sérgio Nilsen Barza; e Orquestra Armorial de Câmara de Pernambuco: Partituras editadas, em três volumes; ambos em parceria entre o CPM e a Cepe, que disponibilizou algumas obras para download. A indicação de CD fica para o álbum Piano e poesia, de José Celso Freitas, com destaque para a faixa Baião da despedida. Boa audição.

Carlos Eduardo Amaral

Comentários

desenvolvido por Shamá