51 anos de Come Together: a última música gravada para o último álbum dos Beatles

Trecho do clipe de Come Together disponível no Youtube.

Come Together já foi trilha de filmes, séries e campanhas publicitárias, se tornando uma das músicas mais conhecidas da banda de Liverpool The Beatles. A canção que é a primeira do álbum de 1969, Abbey Road, foi composta e interpretada por John Lennon,  também creditada a Paul McCArtney e foi a última a ser gravada pelo grupo.

A inspiração para a canção veio de um lugar inusitado: uma campanha política. Timothy Leary estava concorrendo contra o ex-ator Ronald Reagan pelo cargo do governador do estado da Califórnia, pelo Partido Psicodélico da Califórnia, que se intitulava um partido hippie e que tinha o apoio de Lennon. Foi assim que o beatle escreveu um jingle para o slogan do candidato: “Come together, join the party” (Venha junto, junte-se à festa), fazendo uma alusão ao entorpecente LSD. 

Infelizmente, Leary foi preso por porte de drogas e perdeu o posto de governador para Reagan. Então John tirou as características políticas de Come Together que, por fim, virou a faixa de abertura do álbum Abbey Road. O disco leva como capa a foto icônica do grupo atravessando uma rua na faixa de pedestres, se tornando um dos pontos turísticos de Londres.

Come Together teve diversos covers, dentre eles se destacam os de Michael Jackson, Arctic Monkeys e principalmente a versão da banda Aerosmith, lançada em 78 e que fez parte do filme Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band – nome de um dos discos dos Beatles -, dirigido por Michael Schultz, ficando na posição 23 do Hot 100 da Billboard e sendo uma das versões mais famosas do single. 

Cena do filme Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band em que Come Together é interpretada pela banda Aerosmith.

Outro fato é que o álbum anterior da banda, The White Album, foi gravado com os integrantes separados, em estúdios diferentes, já que eles estavam em uma época de intrigas e preferiam não ver um ao outro. Logo, Come Together também traz essa analogia de “estamos juntos” para a obra final, para pôr um ponto à grande febre que foi The Beatles. 

Abbey Road – 1969

Capa do álbum Abbey Road de 1969.

“O sonho acabou”, essa foi a fala de John Lennon na coletiva de imprensa em que The Beatles anunciaram o fim da banda. Abbey Road veio para fechar esse ciclo. 

Apesar de não ter sido o último álbum lançado pelo grupo – o último foi Let it Be, um compilado de músicas já gravadas mas que não tinham sido lançadas -, foi o último a ser gravado com todos os membros juntos em um único estúdio. 

Abbey Road, que leva o nome da rua onde a foto icônica que estampa o disco foi tirada, tornou-se um dos álbuns mais marcantes dos Beatles, não apenas pelo que representa, mas por conter algumas das músicas de maior sucesso da banda. 

Iniciando com o single Come Together, convidando-nos a fazer parte desse último sonho dos garotos de Liverpool, passando por músicas transbordadas de sensações, como a de felicidade em Here Comes The Sun, todo o amor de Something – ambas de George Harrison -, e nos presenteando com o “quase medley” Golden Slumbers/Carry that Weight/The End, músicas gravadas de forma independente mas que causam a sensação de serem continuações uma da outra  enquanto você ouve o álbum e deixam a impressão de despedida da banda. 

Abbey Road, lançado em 26 de setembro de 1969, é sem dúvida alguma um dos álbuns mais importantes para o cenário musical, juntamente com outros trabalhos da banda,  e marca o fim de um grupo que criou estilos, renovou gêneros e mudou para sempre a nossa noção de música.