8 bandas para relembrar no Dia Mundial do Rock

Uma lista repleta de artistas como Rita Lee, Sister Rosetta Tharpen, Barão Vermelho, The Doors e muito mais.

No dia 13 de julho é comemorado Dia Mundial do Rock. Idealizado pelos artistas Bob Geldof e Midge Ure, em 1985, a fim de arrecadar fundos para combater a fome da Etiópia, a data surge como iniciativa de promover o Live Aid, primeiro festival global de Rock. As apresentações foram realizadas em dois estádios: John F. Kennedy Stadium, na Filadélfia, EUA, e no Wembley Stadium, em Londres, Inglaterra. Lotados, o festival também foi transmitido nas televisões e assistido por bilhões de pessoas. Com o grande sucesso da empreitada, Geldof recebe o Prêmio de Nobel da Paz, além de inspirar tantos outros festivais que viriam a seguir. A equipe do Café Colombo preparou uma lista com 8 bandas/artistas para você relembrar neste dia. Confira: 

Ave Sangria

Ao lado de Zé Ramalho, Marconi Notaro, Flaviola (nome artístico de Flávio Lira), Lailson e Lula Côrtes: Ave Sangria é consagrada como uma das bandas mais expoentes de música psicodélica do Brasil. A banda, com seus três álbuns lançados, “Vendavais” (2019), “Perfumes e Baratchos” (2014) e “Ave Sangria” (1979), atualmente, é composta por Marco Polo, Almir de Oliveira e Paulo Rafael.

Barão Vermelho

Conhecidíssima dentro do rock nacional, a banda carioca Barão Vermelho que, em sua antiga formação recebeu nomes como Cazuza e Frejat, é representada atualmente por Rodrigo Suricato, Fernando Magalhães, Maurício Barros e Guto Goffi, acabam de lançar o disco “Viva”, e descrevem: “Incrivelmente, VIVA soa como um primeiro disco. Transborda identidade e provocação. Não seria absurdo dizer que trata-se do melhor álbum de inéditas do Barão desde o premiado Na Calada da Noite (1989), que marcava a acolhida de público e crítica ao grupo após a saída do inconfundível Cazuza”, fala disponibilizada no site oficial da banda.  

Lula Côrtes 

O compositor, cantor, artista plástico e poeta pernambucano Lula Côrtes, foi o pioneiro a reunir estilos nordestinos ao rock em Pernambuco juntamente com Zé Ramalho em 1970. Lançou os discos “Satwa”, em 1972; “Paêbirú” em parceria com Zé Ramalho, lançado em 1980; “O gosto novo da vida”, em 1997 e, no mesmo ano, “Lula Côrtes & má companhia”. Além dos discos que não foram lançados oficialmente como “O pirata” e “A mística do dinheiro”.

Marconi Notaro 

Nascido em Garanhuns, o artista se popularizou através das suas poesias em Recife, e tornou-se representante da música psicodélica da década de 1970; tem o álbum “No Sub reino dos metazoários”, lançado em 1973, como um dos seus trabalhos mais conhecidos. 

Queen 

O grupo recordista de vendas de discos à nível mundial, com um estilo que transitava entre os mais variados estilos do rock, foi formado por Brian May (guitarra e vocais), Freddie Mercury (vocais e piano), John Deacon (baixo) e Roger Taylor (bateria e vocais). Ganhou popularidade internacional por meio dos singles “Bohemian Rhapsody”, “You’re My Best Friend”, “We Will Rock You” e “We Are the Champions”, e “Another One Bites the Dust”. 

Rita Lee

A rainha do rock brasileiro fez história nos grupos Os Mutantes (1968-1972) e Tutti-frutti (1973-1978), além de trilhar uma brilhante carreira solo. Rita já alcançou o topo das paradas nacional e internacionalmente, sendo “Lança-perfume”, “Desculpe o auê” e “Ovelha negra” alguns de seus maiores hits.

Selvagens à procura da lei

A banda brasileira de rock iniciada no Ceará, em 2009 pelos integrantes Gabriel Aragão, Rafael Martins, Caio Evangelista e Nicholas Magalhães. Com 2 EP’s e 6  álbuns lançados, entre eles, “Suas mentiras modernas” (2010); “Selvagens à procura da lei” (2013); “Praeiro” (2016); “Na Maloca do dragão” (2019) e “Paraíso Portátil” (2020), a banda esteve presente nos festivais Lollapalooza, Rock in Rio, além de representar o Brasil na copa do mundo em Moscou. 

Sister Rosetta Tharpe

A cantora, compositora e guitarrista de música gospel, Sister Rosetta Tharpe é considerada criadora do ritmo e consagrada como uma estrela do rock. Ela tornou público o que conhecemos hoje por rock’n roll, sendo o termo referenciado pela primeira vez, em 1942, na revista Billboard, referente a uma apresentação sua.

The Doors

Criada em 1965 por Jim Morrison (vocalista), Ray Manzarek (teclados), Robby Krieger (guitarra) e John Densmore (bateria). A banda americana só encerrou suas atividades em 1973, dois anos após a morte do vocalista e, até hoje, é consagrada pelas novas e antigas gerações como uma das bandas mais influentes da história do rock.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp