Empresas disponibilizam conteúdos gratuitos durante a epidemia do COVID-19

Várias empresas estimularam o consumo gratuito de produtos culturais e educacionais na fase de quarentena.

Autora: Anna Clara
Cooautora: Sarah Coutinho

Várias empresas estimularam o consumo gratuito de produtos culturais e educacionais na fase de quarentena 


Imagem: Divulgação.

Com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), várias cidades já adotaram o período de isolamento devido a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Empresas como a Udemy, Amazon, Sky, Globoplay, SPcine Play e Senai se mobilizaram e disponibilizaram gratuitamente conteúdos educacionais e culturais devido aos impasses no acesso presencial à educação e à cultura.

A Udemy é uma plataforma de ensino a distância que disponibilizou gratuitamente 40 cursos na área de programação e tecnologia. Os cursos abordam temáticas como HTML, java, banco de dados entre outras. Para ter acesso, é preciso acessar o site da Udemy e realizar o cadastro antes de clicar nos links dos cursos. 

A loja da Amazon oferece mais de 2000 livros gratuitos que podem ser baixados no kindle ou Smartphone. Clássicos da literatura brasileiras, romances e conteúdo acadêmico estão no catálogo das obras já disponibilizadas.

A Sky, uma empresa que trabalha com televisão por assinatura via satélite, incluiu recentemente mais 93 canais na lista de sinais abertos da TV e no serviço de streaming Sky Play. Dentre os canais estão o A&E, AMC, Animal Planet, Arte 1, AXN, Band News, Band Sports, BBC, Bis, Boomerang, Canal Brasil, Cartoon Network, CNN, CNN Brasil, Comedy Central, Discovery, Discovery H&H, Discovery Kids, E!, GloboNews, GNT, Megapix, MTV, Multishow, Nickelodeon, OFF, Paramount, Sony Channel, SporTV, Universal Channel, Viva e Warner. 

O Arte1, canal brasileiro paulista vinculado ao Grupo Bandeirantes, com mais de 23 quadros voltados a conteúdos como cinema, arte, música e documentários também disponibilizou seus serviços durante esse período de quarentena.

A plataforma digital Globoplay, criada e desenvolvida pelo grupo Globo liberou 30 filmes infantis, além de séries e novelas durante um mês para não-assinantes. Grande parte do conteúdo disponibilizado é infantil visto que as crianças estarão afastadas das escolas durante o período de crise. 

O SPcine Play é um serviço público de streaming criado pela prefeitura de São Paulo. A plataforma que aluga seus filmes, oferece parte do seu catálogo de forma gratuita. Entre as obras disponíveis produções de cineastas famosos como Hector Babenco, José Mojica Marins (o Zé do Caixão) e Suzana Amaral.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) liberou 12 cursos gratuitos nas áreas de Educação Ambiental, Finanças Pessoais, Logística e Segurança do Trabalho. As qualificações dão direito ao certificado de conclusão e estão disponíveis no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da Instituição. 

Além dos serviços já citados, festivais com transmissão ao vivo também serão realizados durante o período de isolamento social. Quatro festivais foram selecionados pela Equipe do Café Colombo: O #FestivalFicoEmCasaBR inspirado no Festival de Portugal com o mesmo nome, conta com uma proposta mais intimista e com a participação de 70 artistas que se apresentarão individualmente em suas residências. Estão entre eles Daniela Mercury, Adriana Calcanhoto e Academia da Berlinda.

A versão brasileira ocorrerá entre os dias 24 a 27. O festival #DaSalaDeCasa, já em andamento, foca nos vários artistas que compõem o cenário da música independente brasileira e vai até o dia 14/04. Já o #FestivalLádeCasa, em maior peso, com 42 lives transmitidas ao vivo no Instagram abordará temas relacionados ao cinema, música, fotografia e às artes plásticas no geral. E, por fim, o #FestivalMúsicaEmCasa viabilizado pela gravadora Universal Music do Brasil contará com a exibição de 5 shows diários no Instagram entre os dias 20 a 29 de março.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp