Fundaj promove debates sobre problemáticas da atual crise no Brasil

A edição busca discutir sobre a população indígena e vulnerabilidade social em tempos de coronavírus

A edição busca discutir sobre a população indígena e vulnerabilidade social em tempos de coronavírus

Logo Fundação Joaquim Nabuco. Foto: Divulgação/Facebook

Amanhã (29), das 10h às 11h30, inicia a  primeira edição da série “Pandemia e Sociedade”. O encontro virtual é voltado para debater a temática “Cartografias da Pandemia: institucionalidades e ativismos no combate à Covid-19”. Questões sobre povos indígenas e a população em maior vulnerabilidade social serão discutidas. As transmissões serão feitas no canal do Youtube da Fundação Joaquim Nabuco, e a cada 15 dias uma nova temática relevante será abordada pelo projeto.

A ocasião será ministrada pelo doutor em Planejamento Urbano e Regional e, também, pesquisador Heitor Levy, que falará sobre locais mais atingidos pela pandemia, e pela doutora em Sociologia Vânia Rocha Fialho que irá palestrar sobre os indígenas.

A Diretoria de Pesquisas Sociais (Dipes) da Fundação Joaquim Nabuco idealizou o projeto a fim de realizar debates virtuais sobre as dificuldades enfrentadas pela sociedade em meio a pandemia mundial. 

A primeira edição do ciclo de palestras será coordenada pelo pesquisador do Centro Integrado de Estudos Georreferenciados para a Pesquisa Social (Cieg) da Fundaj, Neison Freire que atualmente é líder das equipes de Pernambuco e Alagoas que administram o mapa de aspectos sociais da Covid-19.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp