Moraes Moreira, ícone da MPB, morre aos 72 anos

Músico baiano sofreu um infarto agudo do miocárdio

Moraes Moreira
Foto: Barravento Artes/Moraes Moreira

O cantor e compositor Moraes Moreira foi encontrado morto na manhã de hoje (13) em sua residência no Rio de Janeiro. Aos 72 anos, o músico sofreu um infarto durante o sono.

Um dos maiores nomes da música brasileira, Antônio Carlos Moreira Pires, nascido em Ituaçu, na Bahia, começou tocando sanfona nas festas de São João da cidade. Em 1969, Moraes formou, junto com Pepeu Gomes, Baby Consuelo, Paulinho Boca de Cantor e Luiz Galvão o grupo Novos Baianos, permanecendo até 1975. Acabou Chorare, álbum de 1972, foi considerado o maior disco da música brasileira pela revista Rolling Stone. Junto com Galvão, Moraes compôs sucessos como Preta Pretinha e Mistério do Planeta.

Em carreira solo desde 1975, Moraes sagrou-se como o primeiro cantor de trio elétrico no trio de Dodô e Osmar, fazendo história no carnaval baiano. Entre seus “frevos trieletrizados”, estão os sucessos Pombo Correio, Vassourinha Elétrica e Bloco do Prazer. Lançou mais de 20 discos e, em 2020, estreou o show Elogio à Inveja, no qual homenageava composições de outros artistas.