Município de Serra Talhada abre inscrições para editais de incentivo à cultura

Os editais fazem parte das ações da Lei Aldir Blanc que destina auxílio financeiro ao setor cultural

Obras na Casa da Cultura localizada em Serra Talhada. Foto: Roseanny Carvalho/Divulgação

A Fundação de Cultura de Serra Talhada anunciou que estão abertas, de hoje (23) até o dia 07 de outubro, as inscrições para os editais de cultura e premiações referentes à  Lei Aldir Blanc. São cinco editais, que contemplam produções nas áreas de artes plásticas, gráficas, visuais, cênicas, literatura, cultura popular e tradicional. 

A Fundação Cultural de Serra Talhada recebeu da União o valor de R$ 619.002,13 (seiscentos e dezenove mil dois reais e treze centavos) que será destinado a ações de apoio ao setor cultural. Sendo este valor distribuído para realização de editais e premiações que fomentem a cadeia cultural do município e espaços culturais que tiveram suas atividades paralisadas por conta da pandemia. 

A Lei Aldir Blanc destina R$ 3 bilhões para estados e municípios, que serão usados para auxiliar trabalhadores e espaços culturais.

Para os editais de cultura de Serra Talhada foram designados  R$ 221.002,13 (duzentos e vinte e um mil e dois reais e treze centavos), com o objetivo de fomentar e incentivar artistas, produtores, grupos, expressões e projetos artísticos e culturais.

Sobre os editais

O “Edital Emygdio De Miranda De Cultura” trará incentivo para cerca de 97 produções artísticas inéditas e não-inéditas, assim como propostas de capacitação, como oficinas e cursos, formação e pesquisa cultural. 

O “Prêmio Gilvan Santos de Artes Cênicas” contemplará projetos nas modalidades  de montagem de espetáculos teatrais, temporada virtual de espetáculos teatrais, montagem de espetáculos de dança e manutenção de grupos e companhias de danças.

O “Prêmio João Henrique da Cagepe de Eventos” está destinado a eventos não realizados em razão da pandemia e que possam ser elaborados em formato virtual.

O “Prêmio Helena Conserva de Literatura” está direcionado a projetos nas modalidades de publicação ou reedição de obras literárias de autores serratalhadenses. Os trabalho devem ter no mínimo 50 (cinquenta) páginas, com garantia de acesso ao público. 

O “Prêmio Manoel Martins de Cultura Popular” contempla a manutenção de grupos de cultura popular e apoio aos mestres e mestras da cultura popular serratalhadense.

Para ter participar dos editais os interessados devem estar inscritos e homologados no cadastro cultural do município. Para ter acesso links com os os editais e anexos dos projetos, clique aqui.  

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp