Regina Duarte é exonerada do cargo de Secretária Especial de Cultura

A atriz comemorou sua demissão em rede social

Regina Duarte permaneceu menos de três meses em cargo no Governo Bolsonaro. Foto: Divulgação/Agência Brasil

O Diário Oficial da União publicou nesta quarta-feira (10) a exoneração de Regina Duarte do cargo de Secretária Especial de Cultura. O documento foi assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Desde o seu ingresso no cargo, a atriz esteve inserida em várias polêmicas. Em seu perfil no instagram Regina comemorou publicando “Deu-se! Ufa” seguido da reprodução do decreto de sua exoneração. A atriz encerrou um contrato de mais de 50 anos com a Rede Globo para assumir o cargo no governo Bolsonaro. O ator Mário Frias é o mais cotado para a vaga que ainda não possui um substituto oficial.

Depois de ter publicado em suas redes sociais que aceitou assustada o convite para o cargo, Regina comentou que aceitou por amor ao país. “Aceitei porque muita gente, muita gente mesmo, quando cruzava comigo, em qualquer lugar, com o olho brilhando de esperança, dizia: “Aceita, Regina!”, mencionou.

A atriz foi nomeada como Secretária Especial de Cultura em 4 de março. No dia 20 de maio, Bolsonaro anunciou a saída da atriz em vídeo publicado no Facebook. Ademais, o presidente afirmou que Regina a demissão seria para o “bem” da atriz e que ela estaria com saudades de casa. Além disso, no vídeo, Regina ainda fala sobre assumir a Cinemateca de São Paulo, porém o local foi fechado temporariamente pelo Governo Federal.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp