Unesco propõe medidas de incentivo à cultura em tempos de pandemia

O objetivo é apoiar a arte e o patrimônio cultural dos países 

Com sede fundada em 1945, a UNESCO desenvolve ações de incentivo e estímulo à cultura. Foto: Cristophe Petit Tesson/EPA 

No dia 22 de abril será realizada uma reunião online com os Ministros da Cultura de todos os países com o propósito de trocar informações, pontos de vistas e identificar medidas que ajudem a resguardar suas culturas. Campanhas globais realizadas nas redes sociais a partir de hashtags, exposição online de propriedades patrimoniais ao redor do mundo e compartilhamento de relatos dos coordenadores que administram os patrimônios, referentes aos impactos da COVID-19 na cultura, também são estratégias utilizadas pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).   

De acordo com o diretor geral adjunto de Cultura da UNESCO, Ernesto Ottone, no site da Organização, “a cultura nos torna resilientes. Isso nos dá esperança. Ela nos lembra que não estamos sozinhos. É por isso que a UNESCO está fazendo todo o possível para apoiar a cultura, salvaguardar nossa herança e capacitar artistas e criadores, agora e depois que a crise passar”. Com isso, foi lançada a campanha #CompartilheNossoPatrimônio e #CompartilheCultura para promover o acesso à cultura durante os dias de quarentena e após ela. 

Crianças também serão convidadas para  compartilhar desenhos dos Patrimônios Mundiais. A Organização almeja com as ilustrações, dar a chance a elas de se expressarem e se conectarem com os patrimônios.